4

  • Doc File 144.50KByte



PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

SETOR DE NUTRIÇÃO

ORIENTAÇÃO DE CARDÁPIOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE PORTO ALEGRE

Este documento pertence à Escola _________________________________

Porto Alegre, 10 de fevereiro de 2012

RESPONSÁVEL TÉCNICO

Annelise Barreto Krause CRN2 6370

Coordenadora do Setor de Nutrição

QUADRO TÉCNICO

Aline Gerlach CRN2 7450

Anelise Bozzetto da Silva CRN2 9234

Anelise Hahn Bueno CRN2 6535

Cíntia dos Santos Costa CRN2 7904

Emilene Garcia CRN2 5127

Lucide Nicolli Leal Martins CRN2 8451

Márcia Piovesan CRN2 1125

Regina Braun CRN2 1771

Cíntia Silva dos Santos CRN2 6372

Sumário

Introdução

Descrição do Cardápio

Planejamento do Cardápio

Planejamento de compras

Fatores a considerar para a previsão das planilhas e ranchos

Descrição do sistema de compras

Prestação de Contas – atual

Registros Utilizados para Confecção da Prestação de Contas

ANEXOS

ANEXO A - Modelo de planilha de perecíveis

ANEXO B – Cronograma de entrega de planilhas de gêneros

ANEXO C – Modelo de planilha de não perecíveis (rancho)

ANEXO D – Per capita de gêneros não-perecíveis

ANEXO E – Per capita de gêneros perecíveis

ANEXO F – Mapa de prestação de contas – cardápio realizado

ANEXO G – Mapa de prestação de contas – gêneros

ANEXO H – Memorando de correções de mapas

ANEXO I – Formulário de repasse de gêneros

ANEXO J – Controle diário de refeições

ANEXO K – Modelo de planilha de perecíveis para conferência de recebimento

Introdução

O cardápio é elaborado de forma centralizada pela equipe de nutricionistas e técnicas do Setor de Nutrição da SMED para toda a rede municipal de ensino. Pode sofrer pequenas alterações na escola, a critério do técnico/estagiária em nutrição, no sentido de melhor disponibilizar os gêneros, evitar perdas ou suprir faltas. Os cardápios são diferenciados para Berçários 1, Escolas de Educação Infantil, Jardins de Praça e Escolas de Ensino Fundamental, especial e médio.

Os cardápios estão disponíveis em: .

Descrição do Cardápio

EDUCAÇÃO INFANTIL

O cardápio diário oferece quatro refeições, sendo duas refeições salgadas e duas refeições doces.

Refeições doces: Café da Manhã: servido no inicio da manhã, composta de leite integral preparado de diversas formas e um acompanhamento variado (pães, biscoitos e bolos). Lanche da Tarde é servido no início da tarde, sendo priorizado a oferta de frutas da estação.

Refeições salgadas: Almoço e jantar apresentam as mesmas características, prestigiando todos os grupos nutricionais, sendo selecionada uma preparação de cada grupo, assim distribuídos:

1) Fonte de Carboidratos: arroz parboilizado ou integral, massa ou polenta.

2) Fonte de proteínas: carne de gado, frango, porco, peixe, vísceras, embutidos ou ovos.

3) Fonte de vitaminas, sais minerais, fibras: hortaliças, legumes ou frutas.

Exemplo de cardápio: Carne de panela, arroz, feijão e salada de repolho com tomate. Eventualmente é servido um cardápio em que não constam preparações contendo carnes, e sim, preparações a base de carboidratos complexos/legumes, como prato principal, além de ovos contidos em suas preparações. Exemplo: jardineira de legumes, arroz, feijão e sobremesa laranja.

Berçários 1 (B1): os B1 possuem cardápio próprio, considerando a alimentação complementar ao Aleitamento Materno e o adiamento da introdução de açúcar. Recebem orientação específica, conforme faixa etária.

JARDINS DE PRAÇA: Oferecem um lanche na metade do turno da manhã ou da tarde. O lanche é variado, composto por frutas, preparações doces, salgadas, bebidas a base de leite, sucos e outros.

ENSINO FUNDAMENTAL

O cardápio diário oferece três refeições ao dia aos alunos do ensino fundamental no turno da manhã, sendo uma refeição doce, uma fruta (colação) e uma refeição salgada. No turno da tarde, são servidas duas refeições, sendo uma refeição doce e uma refeição salgada. Aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) é servida uma refeição salgada (jantar).

Refeição doce: compreende os lanches da manhã e da tarde, privilegia preparações a base de leite integral a fim de colaborar com o suprimento da cota diária de cálcio dos alunos, além de oferecer alimentos energéticos como pães, biscoitos, bolos e outros. Geralmente é composto de uma bebida e um alimento sólido (café com leite e pão caseiro, por exemplo), mas também pode constar de uma única preparação elaborada (mix de flocos de milho, batida, etc.).

Refeição salgada: corresponde ao almoço para alunos do ensino fundamental e o jantar para alunos da EJA. Contempla todos os grupos nutricionais, sendo selecionada uma preparação de cada grupo assim distribuído:

1) Fonte de Carboidratos: arroz parboilizado ou integral, massa, ou polenta.

2) Fonte de proteínas: carnes de gado, frango, porco, peixe, vísceras, embutidos ou ovos.

3) Fonte de vitaminas, sais minerais, fibras: hortaliças, legumes ou frutas.

PERÍODO REDUZIDO: a refeição deste dia possui um valor calórico menor. A refeição doce é uma preparação única (Ex. leite com achocolatado, batida), e a refeição salgada é um prato único, com opção de fruta como sobremesa. Esta característica visa evitar a hiperalimentação em um pequeno período de tempo.

ENSINO MÉDIO

As escolas de Ensino Médio recebem as mesmas orientações do Ensino Fundamental, sendo adaptadas de acordo com o turno de aula.

Planejamento do Cardápio

O cardápio é planejado para o período de um ano abrangendo todo o calendário escolar, geralmente de fevereiro a dezembro nas EMEIs e iniciando em março nas EMEFs e EMEM. Os critérios utilizados são:

a) Valor nutricional:

Para cálculo dos valores nutricionais é utilizado o programa do Módulo de Nutrição do Sistema de Informações Nutricionais (SIE-Nutrição), privativo da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Este programa foi alimentado com a Tabela de Composição Química dos Alimentos (TACO) da UNICAMP e Tabela de Composição Química dos Alimentos de Guilherme Franco. Os itens calculados são: Kcal, Ptn, Cho, Lip, Ca, Mg, Mn, P, Na, K, Cu, Zn, retinol e vitamina C, embora na apresentação final do cardápio conste apenas calorias (Kcal) e proteínas (Ptn).

EDUCAÇÃO INFANTIL

O cardápio diário (refeição doce e refeição salgada) oferece uma média de 1100Kcal/dia. e boa cota protéica, enquadrando-se nas recomendações da resolução FNDE/CD/nº38/2009, que determina o suprimento mínimo de 70% do valor energético diário dos alunos, quando em turno integral.

O cardápio diário dos Jardins de Praça apresenta uma média de 280 kcal/dia o que representa 20% das necessidades nutricionais determinadas para alunos matriculados em período parcial.

ENSINO FUNDAMENTAL

O cardápio diário (refeição doce e refeição salgada) apresenta um mínimo de 600 Kcal/dia e boa cota protéica, enquadrando-se nas recomendações da resolução FNDE/CD/nº38/2009, que determina o suprimento mínimo de 30% do valor energético diário dos alunos, quando oferecidas duas refeições/dia.

b) Sazonalidade: privilegia o uso de produtos da época, segundo tabela da CEASA e disponibilidade da Agricultura familiar.

c) Clima e estação do ano: prevê a preparação para meses frios de pratos como sopa, polenta, mondongo, canjica sendo os mesmos evitados nos meses quentes. Nos meses quentes há uma diminuição de preparações como café com leite, chocolate quente e chá quente. Quando estes constam no lanche da manhã, à tarde são substituídos por refresco ou outra preparação fria.

d) Preferências regionais: são respeitadas as preferências regionais como uso de carne, feijão preto, entre outros. Também é incentivado o uso de pratos tradicionais como a canjica, carreteiro de charque, bolo de milho, etc.

e) Combinação de cores, sabores, texturas e variedade: procura-se ofertar um cardápio colorido e variado, evitando-se a repetição de um alimento ou forma de preparação no mesmo dia ou semana.

f) Mão-de-obra, equipamentos e utensílios disponíveis: objetiva não exaurir os funcionários com diversas preparações trabalhosas concomitantes, bem como evitar preparações que necessitem o mesmo tipo de utensílio/ equipamento, para a sua preparação. Ex.: bolo e frango assado no mesmo dia.

g) Orçamento: o cardápio deve obedecer à verba mensal pré-determinada oriunda do FNDE e da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

h) Sistema de Compras: determina os prazos para o planejamento do cardápio, a fim de possibilitar tempo hábil para todos os procedimentos necessários.

i) Sistema de abastecimento: influencia a distribuição dos gêneros perecíveis no cardápio, da seguinte forma:

- Nas segundas-feiras utiliza-se como prato principal ovos, carnes processadas, peixe em conserva, bolinho de peixe ou legumes, evitando-se o armazenamento das carnes em geladeira durante o final de semana onde podem sofrer algum prejuízo na temperatura, estes gêneros devem sair diretamente do freezer para o uso.

- As carnes resfriadas e embaladas a vácuo são utilizadas no primeiro dia posterior ao último dia de entrega, evitando-se o congelamento.

- Os pães industrializados, hortaliças e frutas sensíveis como folhosos e banana devem ser empregadas preferencialmente nas 4ªs feiras, visando melhor aproveitamento.

j) Datas festivas: em datas comemorativas ou próximo a feriados temáticos, são oferecidas preparações festivas, preparando os alunos para estas atividades.

Planejamento de compras

O cardápio inicia o processo de compras, gerando duas planilhas, cujo preenchimento é de responsabilidade do técnico em nutrição ou assessor de nutrição.

a) Planilha de gêneros perecíveis

• Os gêneros previstos nesta planilha (ANEXO A) são: hortigranjeiros, frutas, carnes, pães, creme vegetal, iogurte e todos que necessitem de entrega direta do fornecedor na escola;

• A planilha é planejada conforme cardápio mensal, organizada em semanas, sendo que alho e creme vegetal são entregues somente na primeira semana;

• Os gêneros são previstos em quilos, com exceção de ovos (dúzias), pão forma (pacotes c/ 500g), creme vegetal (potes c/ 500g), iogurtes (potes c/ 120 ou 200ml ou 1 litro) e temperos (molhos);

• A previsão deve ser enviada ao Setor de Nutrição/SMED conforme cronograma de entrega anual dos pedidos (ANEXO B);

• É impressa e enviada às escolas antes do início do mês;

• Alterações nos gêneros previstos podem ser feitas semanalmente, via Setor de Nutrição/SMED, obedecendo ao limite de 5ª feira, às 12 horas de uma semana para outra. Estas alterações devem ser registradas, pelo responsável, na planilha da escola para possibilitar a devida conferência. O Setor repassa as quantidades alteradas aos fornecedores. Na ocorrência de feriado na 5ªfeira ou na 6ªfeira, as alterações são feitas até 4ªfeira às 12 horas .

b) Planilha de gêneros não perecíveis

• Também denominada “rancho” (ANEXO C);

• Os gêneros previstos nesta planilha são todos os não perecíveis entregues pelo Setor de Alimentos;

• As quantidades devem ser previstas conforme as unidades de medida expressas ao lado dos gêneros;

• Planejada para uma entrega mensal, período compreendido entre duas entregas consecutivas;

• A previsão deve ser enviada ao Setor de Nutrição/SMED, conforme cronograma de entrega anual dos pedidos, enviado anualmente para as escolas;

• O Setor de Nutrição é o responsável por digitar e imprimir o rancho no Sistema GMAT;

• Alterações no rancho previsto podem ser feitas, via Setor de Nutrição/SMED, obedecendo ao limite de três dias úteis de antecedência à data marcada para entrega.

Fatores a considerar para a previsão das planilhas e ranchos

• Per capita dos alimentos (gêneros não perecíveis ANEXO D e gêneros perecíveis ANEXO E);

• Média de refeições diária;

• Tipos de preparações; ingredientes

• Particularidades da escola como: faltas de equipamentos, entre outras;

• Eventos como passeios, festas, aniversários, conselhos de classe e outros.

Descrição do sistema de compras

O processo de compras é de responsabilidade da Coordenadora do Setor de Nutrição, Coordenadora do Setor de Alimentos e da Técnica em Nutrição responsável, e segue as seguintes etapas:

• Levantamento das necessidades através da soma das quantidades previstas nas planilhas de gêneros perecíveis e não perecíveis (rancho), enviadas pelas escolas.

• Verificação do estoque existente no Setor de Alimentos, para abater da compra de gêneros não perecíveis.

• Elaboração das requisições de materiais (RM´s) especificando a dotação da verba.

• Envio das RM´s, com o pedido de liberação da verba (PL) vinculado.

• A Secretaria da Fazenda efetiva a compra através de Registro de preços: necessita de 20 dias de antecedência.

OBS: Os gêneros adquiridos através de Cooperativas da Agricultura Familiar possuem processo de compra mensal, com 50 dias de antecedência.

Prestação de Contas – atual

É feita mensalmente através do mapa de prestação de contas, através do Sistema de Informações Educacionais – SIE – Módulo Nutrição. Ao final do mês, o mapa deve ser impresso. Todas as páginas devem ser assinadas e carimbadas pela Direção da escola e pelo responsável pela confecção do mapa, inclusive anotando a matrícula funcional.

O mapa oficial é entregue no Setor de Nutrição, conforme cronograma mensal, em que é conferido e arquivado para qualquer verificação posterior ou auditorias. Havendo necessidade de correções, as mesmas serão apontadas em memorando próprio (ANEXO H) que deverá ser assinado e carimbado pela Direção e responsável. Deve ser arquivada cópia do mapa original na escola.

• Coluna observações: registro de qualquer informação relevante que objetive esclarecer a utilização de gêneros, o número de refeições servidas ou outros acontecimentos que não se justifiquem nos apontamentos feitos no mapa (cardápio e saída de gêneros), tais como passeios, festas, alimentos desprezados, repasses, falta de água, etc.;

• Folha de validades: registrar a marca, quantidade e data de validade do saldo de gêneros não perecíveis. Havendo mais de duas validades, ambas devem ser informadas;

• Repasse: ocorre quando há transferência direta de gêneros de uma escola para outra. A escola que recebe o gênero deve incluí-lo como Entrada e dar saída da forma habitual, calculando a quantidade consumida e o gasto em reais, apontando o saldo final, caso ocorra. A escola que faz o repasse, deve retirar a quantidade repassada do Saldo Final, assinalando esta célula e registrando esta operação na Folha de Observações. A quantidade repassada não deve ser calculada nesta escola. O repasse deve ser documentado através de formulário próprio (ANEXO I) ou memorando numerado, assinado e carimbado por ambas Direções (autora e receptora do repasse), em duas vias, sendo estas anexadas, uma em cada mapa das escolas envolvidas.

Registros Utilizados para Confecção da Prestação de Contas

• Controle diário de refeições: documento utilizado diariamente na Unidade de Alimentação para registrar todos os gêneros utilizados no dia e suas respectivas quantidade, cardápio realizado, número de alunos e adultos que efetuaram cada refeição (ANEXO J).

• Cardápio: cardápio efetivo realizado diariamente para refeição doce e salgada;

• Número de refeições: registro do número de refeições diárias, especificando as doces e salgadas, alunos e adultos e somatório de cada refeição;

• Entrada de Gêneros: são as planilhas de perecíveis (exemplo no ANEXO K) e rancho efetivamente recebidos;

• Saldo Anterior: é o saldo final (atual) de perecíveis e não perecíveis do último mapa, referente a contagem de estoque do último dia útil do mês anterior, terminado o atendimento deste dia inclusive;

• Saldo Final (atual): é o saldo de gêneros perecíveis e não perecíveis que sobram no estoque no último dia útil do mês, terminado o atendimento deste dia inclusive;

• Saídas diárias: registro diário das quantidades de gêneros utilizadas para confeccionar o cardápio;

Obs.: no mapa de prestação de contas, todas as quantidades são expressas em quilogramas ou litros (suco, óleo de soja e vinagre), não havendo exceções.

INFORMATIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS

A prestação de contas será efetuada através do Sistema de Informações Educacionais – SIE – módulo Nutrição. Segue, abaixo, o tutorial do Módulo. As capacitações ocorrerão ao longo de 2012.

O pedido de gêneros não perecíveis será realizado através do novo sistema de gerenciamento de materiais da PMPA – GMAT.

É imprescindível a disponibilização de computador para a Técnica ou Estagiária para alimentar o sistema.

|1ª ABA - Planejamento de Cardápios: é uma fonte de consulta das informações cadastradas no SIE-Nutrição. Descreve a composição nutricional dos alimentos |

|cadastrados, per capita de receitas e cardápios. |

|Relação de Alimentos – gera documento em pdf com a composição nutricional de todos os alimentos cadastrados no SIE. É uma forma segura de liberar a |

|composição do gêneros. |

|Opções: |

|1. Para buscar informação sobre TODOS os alimentos cadastrados no SIE: clique em consultar sem digitar o “nome do alimento” |

|2. Para buscar informação sobre algum alimento específico: digite o “nome do alimento”, e após clique em consultar. |

|Relação de Receitas – gera documento em pdf com receitas. Estas são diferenciadas como INFANTIL e FUNDAMENTAL e DOCES e SALGADAS. Apresenta per capita das|

|receitas. |

|Opções: |

|1. Para buscar todas as receitas cadastradas: sem digitar nada, clique em consultar. Todas as receitas cadastradas aparecerão. Atenção: são mais de 250 |

|receitas. Isto pode demorar um pouco e cuide na hora de imprimir! |

|2. Para buscar receitas com determinado título: digite a palavra do “título” que deseja. Todas as receitas que contenham aquela palavra no título |

|aparecerão. |

|3. Para buscar receitas com determinado alimento: digite a palavra em “nome do alimento”. Será criado documento com o per capita do alimento solicitado em |

|todas as receitas que o contém, porém, sem os demais ingredientes. |

|Emissão do Cardápio – gera o cardápio conforme enviamos às escolas, em documento em pdf. |

|Opções: |

|Para cardápios de EMEIs: em data inicial digite o primeiro dia que precisa do cardápio, ou clique no calendário e busque esta data. Em data final digite o |

|último dia que deseja consultar, ou clique no calendário e busque esta data. Escolha o tipo de escola (INFANTIL) e formato do cardápio (5 dias por folha). |

|Clique em consultar. |

|Para cardápios de EMEFs: em data inicial digite o primeiro dia que precisa do cardápio, ou clique no calendário e busque esta data. Em data final digite o |

|último dia que deseja consultar, ou clique no calendário e busque esta data. Escolha o tipo de escola (FUNDAMENTAL) e formato do cardápio (10 dias por |

|folha). Clique em consultar. |

|Para cardápios de Jardins de praça: em data inicial digite o primeiro dia que precisa do cardápio, ou clique no calendário e busque esta data. Em data |

|final digite o último dia que deseja consultar, ou clique no calendário e busque esta data. Escolha o tipo de escola (Jardim de praça) e formato do |

|cardápio (somente lanches). Clique em consultar. |

|Planejamento de Compras – gera quantidade total de itens necessários para determinado período. Deve ser digitado o número de refeições e o período |

|desejado. Também gera o custo previsto para o mês. Útil para termos noção de quanto será gasto no mês e demanda de gêneros, considerando média de |

|refeições, para aprovação de cardápios. |

|Opções: |

|Planejamento de compras de EMEIs: digite data inicial, considerando, por exemplo, a data de entrega do rancho. Em data final digite a data do próximo |

|rancho. Em tipo, marque não-perecíveis. Em infantil digite o total de café da manhã e total de almoço da EMEI. O resultado será a necessidade dos itens no |

|período. |

|Planejamento de compras de EMEFs: digite data inicial, considerando, por exemplo, a data de entrega do rancho. Em data final digite a data do próximo |

|rancho. Em tipo, marque não-perecíveis. Em fundamental digite o total de refeições doces e o total de refeições salgadas da EMEF. O resultado será a |

|necessidade mensal dos itens. |

|O mesmo poderá ser feito entre uma semana e outra para perecíveis |

|Atenção: o Setor de Nutrição está em fase de implantação das Fichas Técnicas das receitas. Logo, alguns valores podem estar super ou subestimados. |

|2ª ABA - Prestação de Contas – ambiente para informar a entrada e saída de gêneros, cardápios realizados e refeições realizadas. Emite mapas de gêneros, |

|validades, custo e refeições servidas. |

|Consumo Diário – registro de saída de alimentos do dia, conforme classificação de perecível e não perecível. Aqui, deve-se separar gêneros da Agricultura |

|familiar e Tradicionais. |

|Rotina |

|1. Digite o código SIE da sua escola (informação na Secretaria da escola ou no Setor de Nutrição) |

|2. Digite a data de saída do gênero; |

|3. Solicite perecível ou não perecível e consultar |

|4. Digite a saída conforme o item, atenção para a designação AGRIFAM, que determina se o produto é da Agricultura familiar: |

|5. Ao final do registro de saída de todos os itens, clique em atualizar. |

|Esta informação é alimentada por dia, por isso, é importante mantê-la atualizada. |

|Saldo Mensal – composto de cinco itens: |

|Anterior: deve ser digitado o Saldo anterior (futuramente será buscado o Saldo Atual do mês anterior). |

|Entrada: deve ser digitada a entrada de gêneros do mês. |

|Consumo: gerado automaticamente, conforme soma do Consumo Diário (item descrito acima) |

|Atual: deve ser digitado o Saldo Atual, contagem de estoque do último dia do mês (valor não é calculado) |

|Observação: para registros de repasse, festas, doações, uso de sobras, etc. Gera a folha “Observações” do Mapa de prestação de contas. |

|Atenção 1: nos casos em que o valor do saldo atual não fechar com o resultado de: |

|Saldo anterior + Entrada – Consumo |

|os números apresentarão cor vermelha, indicando erro no fechamento do estoque. |

|Atenção 2: caso tenha ocorrido consumo do gênero, na coluna “consumo” o valor estará sublinhado, possibilitando visualizar os cardápios de todos os dias em|

|que foi registrado o uso do gênero, para fins de revisão de baixa do estoque. |

|Cardápio Realizado – cadastra descrição de refeições, nº de alunos, de adultos e resto, a partir das ABAS Escolas fundamentais e Escolas infantis. Quando |

|solicitado Consultar, aparecem todos os cardápios já registrados no mês solicitado, e abre a opção para novo cadastro. Quando solicitado Imprimir mensal, |

|gera Mapa de cardápios mensal, com todos os registros de cardápio e nº de refeições já calculado, considerando, para cada refeição: |

|EMEIs: Cardápio realizado; cardápio realizado para o Berçário; abre a opção de lanche intermediário da manhã exclusivo para B1; quantidade de adultos; |

|resto (em kg). |

|EMEFs: Cardápio realizado, nº de alunos, nº de adultos, nº de alunos Mais Educação, resto (em kg). No item Jantar é oferecida a opção Quantidade EJA, para |

|EMEFs que disponibilizam este categoria. |

|ABA Média Diária de Refeições – faz síntese mensal de nº de refeições. Utiliza dados de nº de matriculados automático do SIE, assim como nº de turmas. |

|Calcula média de alunos e % de alunos atendidos (rever cálculo). Ainda é necessária a síntese de resto e custo. |

|Consulta Consumo de Alimentos – facilita busca de saídas dos gêneros, para facilitar identificação de possíveis erros de baixa do estoque. |

|Como fazer: |

|Digite código da escola, data inicial da procura; data final da procura e o Alimento. Clique consultar. |

|Validade dos Alimentos – registro de validade de alimentos. Apenas os que constam como saldo, entrada ou saída durante o mês. Há três espaços para registro|

|de validades e marcas diferentes. |

|Rotina: |

|Digite o código da escola, mês, ano, clique em consultar. |

|Digite as marcas e validades para cada item. Clique em atualizar. |

|Mapas – gera documentos em pdf dos mapas de consumo de alimentos, custo e validade. |

| Mapa de Consumo – relatório do consumo dos gêneros. Apenas aparecem os itens que foram utilizados ou contém saldos. Dividido entre Perecíveis e Não |

|perecíveis. |

|Rotina: |

|Digite o código da escola, mês e ano, com a opção de perecíveis (SIM) ou (NÃO). Clique em consultar. |

| Mapa de Custo – gera mapa de custo mensal, apresentando acompanhamento anual do custo. Um mesmo mapa é gerado para Perecíveis e Não perecíveis, com |

|subtotais e total. |

|Rotina: |

|Digite o código da escola e ano. Clique em consultar |

| Mapa de Validades – gera mapa, conforme registrado em Validade dos Alimentos |

|Rotina: |

|Digite o código da escola, mês e ano. Clique em consultar |

|3ª ABA - Previsão de Gêneros – colabora e indica a elaboração das planilhas de gêneros perecíveis e não perecíveis (rancho) |

|Cronograma de Gêneros Perecíveis – cadastra prazo de entrega da previsão, datas iniciais para uso dos gêneros na semana, e última data para que os gêneros |

|sejam utilizados. Cadastrado no Setor de Nutrição |

|Cronograma de Gêneros Não Perecíveis – cadastra prazo de entrega da previsão, data de entrega do rancho e último dia do uso deste rancho. Há opção de |

|entrega quinzenal, quando necessária. Cadastrado na Escola. |

|Rotina: |

|Digite código da escola, mês e ano do rancho. Digite a data informada pelo Setor de Nutrição para devolução. |

|Inclua datas conforme cronograma: 1ª entrega da escola: data de entrega. Último dia do período: dia da próxima entrega. Caso a escola receba rancho |

|quinzenal, é possível informar a data em “2ª entrega”. |

|Pedido de Gêneros Perecíveis – a partir da média do número de refeições doces e salgadas da escola conforme o Cronograma de Gêneros Perecíveis, gera |

|formulário de pedido de gêneros conforme cronograma de entrega, com sugestão de cálculo de necessidade pelo per capita dos gêneros do cardápio e |

|disponibiliza lacuna para informação da necessidade real. Se não for desejado o planejamento conforme cardápio, apenas digite 1, para garantir que será |

|solicitado gêneros somente para as semanas em que o mesmo será necessário |

|Rotina: |

|Digitar código da escola, ano, mês. |

|Em fundamental: digite o total de lanches da escola e o total de almoços da EMEF. Clique em Consultar |

|Em infantil: digite o total de café da manhã e total de almoço da EMEI. Clique em Consultar |

|Digite o pedido semanal, com unidades conforme o padrão. Clique em Atualizar |

|Pedido de Gêneros Não Perecíveis - a partir da média de refeições doces e salgadas da escola conforme o Cronograma de Gêneros Não perecíveis, gera |

|formulário de pedido de gêneros com cálculo de per capita realizado conforme cardápio e lacuna para informação. |

|Rotina: |

|Digitar código da escola, ano e mês |

|Em fundamental: digite o total de lanches da escola e o total de almoços da EMEF. Clique em Consultar |

|Em infantil: digite o total de café da manhã e total de almoço da EMEI. Clique em Consultar |

|Digite o pedido mensal. Clique em Atualizar |

|Emissão do Pedido – emite o pedido em PDF, para envio aos fornecedores e impressão pela escola, com informações conforme solicitação. |

|Rotina: |

|Digite código da escola, ano e mês, solicite por perecíveis (SIM) ou (NÃO). Clique em Consultar |

[pic]

-----------------------

CARDÁPIO

Encaminhado ao Setor de Aquisição de Materiais - Fazenda

Aprovação em três instâncias

Entrega pelo Setor de Alimentos na escola

Entrega direta pelo fornecedor na escola

Não Perecíveis

Perecíveis

Semanal - nas 2ª feiras e 3ª feiras – das 8h às 17h

Mensal - conforme cronograma

Abastecimento

Empenho

Pregão Eletrônico

Registro de Preços

Planilha de não Perecíveis (rancho)

Planilha de Perecíveis

Pedido de Liberação da Verba (PL)

Requisição de Material (RM)

ARMAZENAR

APROVADO

RECEBIMENTO DE GÊNEROS PERECÍVEIS

Entrega direta pelo fornecedor na escola

Semanal - nas 2ª feiras e 3ª feiras – das 8h às 17h

Assinar planilha do fornecedor, somente ao receber o gênero

Assinar a planilha do fornecedor, somente na entrega do gênero

Enviar ao Setor de Nutrição/SMED a notificação de não conformidade

Enviar ao Setor de Nutrição/SMED notificação de não conformidade

Armazenar

Assinalar cancelamento na planilha escola/ fornecedor

Cancelar gênero não conforme

Viabilizar troca diretamente com o fornecedor

Comunicar ao Setor de Nutrição o não recebimento e solicitar a entrega do gênero

NÃO APROVADO

Acondicionar, caso necessite, em caixas plásticas ou sacos plásticos de 1º uso

Marcar quantidades e assinar planilhas escola/ fornecedor

Conferir planilha escola e fornecedor

Pesagem

Características do produto (especificações, avaliação sensorial e temperatura)

Rotulagem (validade)

Condições das embalagens e caixas

Higiene do transporte:

- aspecto do entregador

- condições do veículo

Verificação Quantitativa

Verificação Qualitativa

Solicitar reposição ao Setor de Alimentos ou Setor de Nutrição/SMED

Devolução do produto

NÃO APROVADO

Estocar gêneros

conforme PVPS

Assinar planilha

escola /Setor de Alimentos alimentos

Conferência da planilha de rancho

APROVADO

Rotulagem (validade)

Condições da embalagem e caixas

Condições de transporte entregador veículo

Verificação Qualitativa

Verificação Quantitativa

RECEBIMENTO DE GÊNEROS NÃO PERECÍVEIS

Entrega pelo Setor de Alimentos na escola

Mensal - conforme cronograma

................
................

In order to avoid copyright disputes, this page is only a partial summary.

Online Preview   Download